O que nos faz felizes?

Ultimamente tenho repensado em alguns valores da atualidade e no que é felicidade, de fato. Esta semana recebi de uma amiga do trabalho as fotos do seu netinho que mora no interior do Mato Grosso. Ela brinca e diz que ele mora no meio do “mato” mesmo. Mas as fotos me chamaram muita atenção. O menino tem uns seis anos. As fotos eram dele no curral, com as vacas, ele vestia uma calça de couro e tinha na cabeça um chapéu de palha. Noutra ele estava de sunga, colete salva-vidas, prestes a se divertir com um delicioso banho de rio. Tinha ainda fotos com os coleguinhas… todas elas com a natureza como fundo. Segundo minha amiga do trabalho D. Fátima, há pouco chegou lá luz e telefone. Nós, que vivemos na sociedade da informação, no mundo da informática e no boom das telecomunicações, entramos em parafuso só de pensar em tomar um banho frio ou mesmo de não ter um computador conectado na internet por perto. Daí fico a pensar se toda modernidade não nos tem roubado também a nossa felicidade.

 Penso no tempo que aquela mãe tem para seu filhinho. Como aquela criança deve se divertir em meio a natureza. Então eu me pergunto quem na realidade é feliz. Se nós aqui na cidade, mergulhados na tecnologia, mas sem tempo nenhum para usufruir de toda inovação… sem tempo para cuidar dos nossos filhos, ou aquela família que tem o galo como despertador, o leite fresco (não os de caixinha que são “reembalados”  várias vezes) para beber, ar puro para respirar – longe da poluição dos carros, distante da vida estressante das grandes capitais, sem notícias ruins pra ler, onde as pessoas têm tempo para conversar, para conhecer umas as outras… O que é felicidade então?! Que falsa felicidade o mundo tem nos imposto? É a felicidade do ter e não a felicidade do ser. Lembro-me que quando criança íamos passar as férias literalmente na roça. Meus tios moram no interior do Espírito Santo, onde minha mãe nasceu. Lá eles plantam café. Recordo-me que nós tomávamos banho de bica (onde o café é lavado), fazíamos peteca com folhas dos bananais e com penas de galinhas, eu adorava moer os grãos de café para fazer um café fresquinho. Confesso que não sei se a TV a cabo, a internet, o computador, o telefone celular, microondas, as roupas novas, os restaurantes, o carro flex… me fazem mais felizes. Realmente não sei. Acho que quando Deus criou o mundo e viu que TUDO era bom, ele sabia que não precisávamos de mais nada do que já havia na terra.

Tags: , , ,

6 Respostas to “O que nos faz felizes?”

  1. Paizinho Says:

    A tecnologia vem do conhecimento e isso é dom de Deus. O problema é que o homem é imediatista e o lucro rápido está sempre acima de tudo. Lembro-me de quando eu era pequeno, e isso já tem mais de quarenta anos, meus pais trabalhavam meio expediente, ou pela manhã ou pela tarde. Não tínhamos carro, telefone e nem televisão. Celular e computador nem existiam. Mas tínhamos uns aos outros. Como eu brincava com a minha irmã Cristina, que Deus a tenha. Morávamos em Copacabana, é mole? Podíamos ir à praia todos os dias. Para o colégio, que era púiblico, íamos de Bonde. Que tempo era aquele?! Eu era feliz e não sabia. Hoje, o trabalho cobra 8, 10 às vezes 12 horas do empregado (que quer manter o emprego). Curso superior não é mais suficiente, tem que ter MBA, Mestrado, Doutorado e sabe-se lá o que mais. E a vida passa e não percebemos. No meu tempo um ano demoraaaaaaava a passar. Hoje o tempo voa, principalmente quanto está contra nós. Ontem foi janeiro, hoje é junhjo e amanhã já é dezembro, e o ano passou… É você está certa, o homem busca conhecimento mas o que Deus quer nos dar é Sabedoria. E a felicidade verdadeira não é aquela que está aparente no conhecimento, mas a que está escondida na Sabedoiria.

  2. Fabiana Rodrigues Says:

    Suzy, concordo plenamente com você. Como as coisas simples nos fazem felizes, nos traz benefícios e aprendizado. Por pensar assim é que admiro e amo você!
    Beijo grande!

  3. Samantha Says:

    É… Suzy, que época foi a mais feliz na minha família? Será que foi há 15 anos atrás que minha mãe ficou desempregada, grávida do meu irmão mais novo e eu, ela e minha irmã limpávamos a casa, depois tomávamos banho na mangueira do quintal pra refrescar, fazíamos comida e depois da soneca da tarde juntávamos as moedinhas pra comprar pão quentinho na padaria… Ou será que é a época de agora, em que moramos em apto pequeno, trabalhamos tracadas num escritório o dia inteiro… mal nos vemos e temos que deixar nossos filhos o meu na creche, os da minha irmã na escola integral, e no caso do meu irmão, colégio caro, video game e internet o dia inteiro?
    Também não sei dizer…

  4. Márcia Lefouet Says:

    É pra pensar e refletir mesmo, mas creio q o ideal (que no mais das vezes é sempre o que a gente busca…) é tentar equilibrar as coisas, né?
    Mas fala sério: banho de bica e de mangueira é o que há!!!!!
    🙂
    Beijos e bom fim de semana!

  5. renataleite Says:

    Concordo plenamente com você e com o papai. Há pouco mais de dez anos atrás, podíamos viver tranquilamente sem computador ou até mesmo o celular, pois eram objetos que não faziam parte das nossas vidas. E hoje? Os consideramos primordiais. Quase piramos em pensar em ficar sem algum deles… A tecnologia é incrível, mas acho que precisamos saber usá-la… Senão podemos virar refém dela!! Te amo e boa viagem!!!

  6. patrickselvatti Says:

    Eu viveria bem numa realidade bucólica assim, sabe? Desde que houvesse uma máquina de escrever para eu criar minhas histórias, um orelhão com ficha para eu me comunicar com as pessoas que amo, uma câmera fotográfica com um estoque de filmes de 36 poses, uma vitrola para ouvir meus discos de vinil e uma televisão com seletor giratório para eu me distrair à noite antes de dormir.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: