O tempo de Deus chegou: estou grávida novamente!!!

ImagemEis que no último dia 16/10, descobri, por meio de um Beta HCG, que estou grávida novamente. Esse pequenino ser que agora habita em meu ventre foi mais que planejado, foi esperado. Foram mais de dois anos tentando engravidar e o tempo de Deus chegou.

Creio que, de fato, há um tempo para cada coisa. Esperar por este bebezinho – que mede, apenas, 5 mm, com um coraçãozinho que bate a 104 bpm por minuto – foi providencial. Isso porque essa gravidez chegou em um momento muito especial em minha vida. Vivo, hoje, o tempo da maturidade, que anda de mãos dadas com o discernimento, com a ponderação. Posso dizer que hoje sou mais madura como mulher, como mãe, como esposa, como profissional, como cristã.

Engravidei do Pedro com 22 anos, recém-casada, sem conhecer muito da vida. Tinha, apenas, seis meses de casada, portanto, aquele também era um mundo novo pra mim. Eu e o Alê ainda tínhamos muito que ajustar, que conhecer as manias um do outro, que entender o que era a vida de casados, mesmo. Eu havia acabado de entrar na empresa em que trabalho, fazia inúmeras horas-extras, vivia estressada, me alimentava mal, não fiz nenhum exercício na gravidez, etc. Como mãe, vivi o novo, tive que aprender tudo com muito medo, apanhei pra caramba…

Hoje, as coisas são diferentes. Vivo a melhor fase do meu casamento. Mês que vem completo sete anos de casados – o tempo da perfeição, segundo a Bíblia. Eu e o Alê temos nos curtido, dialogado muito e, o mais importante, temos rezado juntos todos os dias. Por isso, eu falo que esse bebê foi gestado, antes, na oração.

Como mãe, pude aprender muito com o Pedrinho. Fiz questão de cuidar do meu pequeno sem ajuda de terceiros e isso fez um bem enorme pra mim. Pedro me fez aprender a ser mãe e hoje, com muito orgulho, posso dizer que me empenho para ser a melhor mãe possível. A maternidade mudou o meu ser, me preencheu por completo moldou essa Suzana de hoje.

Além disso, minha vida profissional também é mais tranquila, embora na mesma empresa, tenho mais segurança do trabalho que desempenho (à época eu era recém-formada também), conheço de olhos fechados o que a companhia desempenha e seu quais são os anseios dos meus gestores. Isso faz com que eu não precise trabalhar horas a fio para ter bons resultados, o que me deixa menos estressada.

Esse ano eu e o Alê recuperamos, também, o nosso servir. Voltamos ao “primeiro amor”, à Escola Santo André, local que marcou nosso caminhar na Igreja. E foi assim acontecendo sem que a gente percebesse. Tivemos, ainda, a linda graça de coordenar o VII Encontro de Casais com Cristo da minha paróquia. Presente de Deus para nós. Quanto aprendemos, quando bem fez ao nosso casamento… Quanto Deus participou de nossas vidas neste ano. Por essas e outras, é que eu creio no tempo de Deus.

Meu pequenino bebê… todos nós te esperamos com grande ansiedade. Nossa família não é somente o papai e a mamãe. Você tem um irmão lindo, esperto, que também desejou muito que você fosse concebido. Te aguardamos numa família repleta de amor!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: