Posts Tagged ‘Encontro de Casais com Cristo’

Neste VII ECC, “eu vi o Senhor, eu vi Jesus curando seu povo”

setembro 6, 2012

Eu e meu esposo, Alexandre, passamos por uma linda experiência recentemente. Em abril deste ano, fomos convidados pelo nosso pároco, Pe. Olmer, para coordenar o VII Encontro de Casais com Cristo (o famoso ECC) da Paróquia São José. Embora o convite fosse completamente desafiador, não tivemos coragem de dizer não.

Fizemos o I ECC da paróquia e, de lá pra cá, anualmente, sempre demos o nosso sim para este lindo serviço da Igreja Católica. Temos consciência do grande poder que o ECC tem de transformar não só vidas como famílias. É mais ou menos como a música do Ricardo Sá, que diz: “Mais eu vi, eu vi o Senhor… Eu vi Jesus curando seu povo”… É verdadeiro! Nós vimos Jesus curando muitos e muitos matrimônios ao longo desses sete anos.

(more…)

Anúncios

Encontro de Casais com Cristo: um presente ao matrimônio

janeiro 19, 2011

Outro dia desses, me perguntaram o que marcou o meu ano de 2010. Parei, pensei… E, de fato, o marco do ano que passou foi o Encontro de Casais com Cristo (ECC) e os seis casais que recebemos de Deus para acompanhar durante um ano.

(more…)

Colocando as novidades em dia… (melhor aproveitamento do tempo, sucesso com a caminha nova e um calor desértico no DF)

setembro 9, 2008

A recente descoberta de que a televisão desligada me faz aproveitar melhor o tempo tem dado bons frutos.  Eu e o Alê já trocamos os livros nesta semana, agora ele lê A Sombra do Vento e eu leio Criança 44. Além disso, eu e meu marido temos comprado alguns CDs e DVDs de (boas) músicas católicas o que tem nos feito muitíssimo bem. O fato de trabalharmos no próximo Encontro de Casais com Cristo (ECC) faz com que queiramos estar mais próximos de Deus e isso é muito bom. Portanto, ao chegar em casa, nada de televisão ligada. Ficamos na sala, brincando com o Pedro até que o sono o vença. Depois, banho nos meninos. (Falo nos meninos porque eu incluo o Alê nessa.) E, em seguida, cama. Falando em cama, o Pedro dormiu quase a noite toda na caminha nova. Por volta das 4h da manhã, ele sentou na cama, me chamou e descendo sozinho, seguiu para minha cama. Fiquei olhando pensando que ele não necessita mais de mim para descer dali e criou certa independência.  Mas já considero positivo o resultado das duas primeiras noites fora da cama do papai e da mamãe. Assim que ele estiver mais acostumado com a novidade e quando colocarem a tela de proteção nas janelas lá de casa, ele passa pro quartinho lindo que preparamos pra ele e que ele nunca usou. Ah… queria também dizer o quanto o Pedro está sofrendo com a seca de Brasília. Estamos passando por um calor quase que desértico por aqui. 

(more…)

Os bebês, seus sentimentos e preferências…

agosto 4, 2008

O Pedrinho está uma figura. Neste fim de semana fomos ao encontro de preparação para os casais que vão trabalhar no Encontro de Casais com Cristo (ECC), em setembro próximo. O Pedro foi conosco. Na Igreja em que foi realizado o encontro, havia uma capela com sacrário bem próximo do auditório onde estávamos. Claro que eu e o Alê tivemos que nos revezar durante as palestras. Portanto, o Pedro logo descobriu a capela. Sei que as crianças são puras e, desta forma, não têm barreiras (pecado) que as afastam de Deus. Mas, às vezes, me assusto com o Pedro. Ele reconhece o sacrário e sabe que ali está Cristo vivo. Ao ver uma capela (em qualquer Igreja) ele corre, chama por Jesus e estende a mãozinha para o sacrário. Ainda por cima, faz o sinal da cruz (Paaaaai! Amém!). No fim do encontro, o Pedro estendeu a mão para várias pessoas pedindo a bênção, pode?! Já lá em casa, na semana passada, estava vendo novela quando resolvi mudar para a Canção Nova. No momento, passava a Santa Missa. Pronto. Ele começou a chamar Jesus, estender a mão para a televisão, e não me deixou mudar de canal de forma alguma. Quando eu tentava mudar pra outra programação qualquer ele chorava e dizia Jesu, Jesu! Ah… ontem o Alê estava vendo as vídeo cassetadas (programa do Faustão) e uma delas era um cachorro que caía na água. O Pedro desaguou a chorar com pena do cão. E ficou a chamar o au au. Não tinha quem conseguisse consolar a criança. Incrível. Já hoje pela manhã, o Pedro não encontro o pai na cama. O fato é que o Alê viajou para São Paulo e saiu enquanto o Pedro estava dormindo. Ele não entendeu nada. Mal acordou e já perguntou pelo papai. Saiu pela casa o procurando e até se escondeu pra ver se o pai vinha achá-lo. Coisas do meu bebê que já começa e mostrar seus sentimentos e preferências.