Archive for dezembro \23\UTC 2010

Então é Natal…

dezembro 23, 2010

Então é Natal… Sempre amei esta data. Na minha infância, embora naquela época meus pais não fossem católicos, o Natal já era celebrado envolvo em sentimentos de amor, partilha, doação, confraternização. Lembro-me que eu contava os dias, as horas e até os minutos para a noite de Natal. Minha mãe passava grande parte do dia 24 preparando a ceia com todo carinho e capricho. Peru de Natal, chester, farofa, o famoso salpicão, a rabanada preferida do meu pai e muito mais. Pouco a pouco, a mesa ia sendo posta, sempre forrada de vermelho e ornamentada com frutas natalinas. A ceia sempre foi servida após a meia-noite. Também somente a essa hora podíamos abrir os presentes. Era no Natal que ganhávamos os melhores presentes. É certo que era apenas um presente. Nem mais, nem menos. Apenas um. Mas, imagino que meus pais passavam o mês de dezembro procurando o presente que melhor agradaria cada filha. A noite de Natal era a noite mais feliz do ano, mais especial.

(more…)

Anúncios

Comer, comer… É o melhor para poder crescer!

dezembro 7, 2010

Na última visita do Pedro ao pediatra – que não contei aqui por falta de tempo, claro – levei uma baita bronca da médica. Como toda criança, Pedro usa com frequência a frase: “Eu não gosto de comer isso ou aquilo”. Obviamente, que o “eu não gosto” é quando queremos que ele coma alguma fruta, verdura ou legume – além do leite que ele nunca aceitou.

(more…)

Comi, rezei e amei!

dezembro 3, 2010

Hoje é meu último dia de férias. Foram três semanas indescritíveis. Fizemos escolha certa do local, que foi Maragogi (AL), o resort também superou nossas expectativas e nós três – eu, o Alê e o Pedro – aproveitamos cada segundo da viagem, tornando-a inesquecível. Estamos renovados!

Nosso dia a dia é marcado pelo tic tac do relógio. Para mim, principalmente. O estresse do meu dia é conseguir realizar todas as tarefas que a rotina me impõe e, confesso, não é nada fácil. É uma delícia ser mãe, esposa, dona de casa, profissional… Mas a falta de tempo não me dá trégua. Portanto, uma viagem, pelo menos uma vez por ano, é totalmente necessária. Necessária, inclusive, para o bem-estar do casamento.

Em Maragogi, a providência divina fez com que os nossos relógios simplesmente estragassem. Isso mesmo. Os dois, o meu e o do Alê, pararam de vez. Além disso, a internet do hotel só funcionou no primeiro dia e o celular só pegava praticamente na beira da praia. Fomos desprogramados por Deus. Tudo o que eu estava precisando. As preocupações, a correria, o estresse… deixamos cada um deles em casa. Portanto, parafraseando um livro que li há algum tempo, posso dizer que “comi, rezei e amei”.

Viagem para comemorar o aniversário de casamento

Casei-me em 19/11/2005. Neste ano, completei cinco anos de casamento e fico mais que feliz com essa conquista. Já falei um milhão de vezes que o meu casamento é um presente de Deus e o Alê é, de fato, o homem escolhido por Deus a mim. Eu o amo declaradamente, publicamente… Resolvemos marcar nossas viagens anuais sempre nesta data para comemorar o aniversário de casamento em grande estilo. No dia 19, portanto, fomos a Porto de Galinhas.

Em Porto de Galinhas, fizemos o passeio de buggy que começa em Muro Alto e segue até Maracaípe. As praias são lindas, tornando o lugar paradisíaco. As belezas naturais do nordeste me faziam agradecer, cada segundo, ao Pai que nos dera a oportunidade de estar ali.  No almoço, comemos um peixe na telha, com direito a camarões empanados… Depois, um passeio nas lojinhas de Porto.

Já em Maragogi, aproveitamos para fazer mergulho. Fomos às famosas Galés de Maragogi, mas fizemos mergulho também em frente ao resot, com estrutura própria do hotel. Pedrinho, é claro, tirou de letra. Mergulhou com os peixinhos, tirou foto debaixo d’água e impressionou todo mundo, como sempre. Vale a pena e eu recomendo pra que for ao local.

Outro ponto alto das férias foi a programação noturna do resort Miramar. Shows diversos, de o famoso musical da Broadway Cats aos clássicos da banda Queen, luau para os eternos apaixonados e, ainda, boate. O mais incrível é que, apesar do adiantar da hora, já que as apresentações aconteciam sempre após as 22h, quem adorou foi o Pedro.

Como viram, fizemos de tudo um pouco. Também comemos e dormimos muito. No último dia, ganhei um jantar a luz de velas no bingo no restaurante Ixu, também localizado no hotel Miramar. Pedimos uma salada de frutos do mar de entrada, tomamos um vinho branco chileno pra acompanhar o peixe que escolhemos para o prato principal e finalizamos o jantar com um maravilhoso Petit Gateau. Tudo isso a luz de velas, na beira do mar… Eu chamaria de Grand Finale.

Bem, é isso… A ideia era contar a viagem dia a dia, mas, como disse, não havia internet que funcionasse no hotel. Tenho que correr, pois hoje é dia de renovar a matrícula do pequeno no colégio. Tenho que reunir os documentos necessários.